quarta-feira, 28 de setembro de 2011

GEÓRGIA VENCE ROMÉNIA

VITÓRIA DA GEÓRGIA SOBRE A ROMÉNIA POR 25-9 confirma a sua superioridade no rugby europeu, e denota melhoria em relação a jogos anteriores, na preparação do embate final com a Argentina.

A Roménia resistiu enquanto teve pernas, mas a realização de dois jogos no curto espaço de quatro dias,  enquanto a Geórgia descansou semana e meia, foi fatal para as suas aspirações.

Gostámos de ver a circulação que a Geórgia tentou dar à bola - melhorou muito em relação ao primeiro jogo - e apesar de terem perdido a luta das formações ordenadas e dos alinhamentos, conseguiram garantir a posse da bola através de turnovers e erros do adversário.

Este aspecto terá sido o mais negativo do encontro, com as duas equipas a errarem em demasia especialmente no manuseio da bola (9 da Geórgia e 12 da Roménia), mas as falhas de placagem não ficaram atrás e desiludiram quem assistiu ao desafio.

A Roménia junta-se assim ao Japão, E.U.A. e Namíbia no regresso a casa, e em igualdade de pontos com os africanos - zero! - enquanto a Geórgia vai defrontar os Pumas no domingo, num jogo que decide se os argentinos seguem ou não para os quartos de final, isto se a Escócia conseguir pontuar contra a Inglaterra no sábado, pois caso não consiga, o apuramento da Argentina fica desde logo assegurado.

Amanhã não há Mundial, que recomeça na sexta feira com o África do Sul-Samoa, primeiro jogo da último rodada de encontros desta fase preliminar, quando apenas a Nova Zelândia tem já matematicamente garantida a sua presença nos quartos de final.

Assim no Grupo A a equipa da casa já assegurou o primeiro lugar, e França, Tonga e Canadá vão lutar pela segunda posição, com todo o favoritismo a ficar com os franceses, a quem basta não perder com Tonga concedendo o ponto bónus de ataque e não conseguindo o ponto bónus defensivo.

No Grupo B, Inglaterra, Escócia e Argentina podem classsificar-se, e qualquer dela pode assumir a primeira posição na tabela - tudo vai depender especialmente do Inglaterra-Escócia, de resultado imprevisível, já que no outro encontro os prognósticos são favoráveis aos sul americanos.

Uma vitória da Inglaterra sem ponto de bónus para a Escócia põe a Argentina imediatamente na segunda posição, independentemente do resultado do jogo com a Geórgia, mas uma vitória da Escócia pode mandar os ingleses para casa se estes não guardarem o bónus defensivo, mas se não conseguir o ponto bónus ofensivo fica nas mãos do resultado do jogo de domingo entre a Argentina e a Geórgia.

O Grupo C não está melhor, e da Irlanda, Itália e Austrália, um deles vai ficar por aqui - a Irlanda comanda a tabela, mas se perder com a Itália apenas o bónus defensivo lhe mantém a qualificação, já que aos Wallabies não vão ter dificuldade em derrotar a Rússia e amealhar o ponto de bónus ofensivo.

Mas se a Itália ganhar com ponto bónus e se a Irlanda, perdendo, conseguir o bónus de ataque, então será a Austrália a fazer as malas!

Finalmente no Grupo D, e apesar de qualquer das quatro equipas poder, teoricamente, passar aos quartos de final, o favoritismo vai por inteiro para a África do Sul a quem basta não perder com Samoa, e para o País de Gales, a quem basta não perder com as Fiji, se Samoa perder com a Austrália.

REGRESSAR AO PORTAL MÃO DE MESTRE

Sem comentários:

Publicar um comentário